É meu!

É meu!
Pare com o roubo de conteúdo!

2.4.07

Vivenda do Bairro da Lage, atrás da igreja. Antes da independência, vivia aqui um miúdo chamado Pachu. Encontra-se bastante degradada. Lubango, 2002.

13 comentários:

Anónimo disse...

Beijos immmmensos do PACHU. Recebi este link pela Alice, claro. E adorei o teu livro deambuleiro pela China.

Pachu disse...

É claro que "DEAMBULEIRO" é, obviamente, uma MiaCoutice.

Okawa Ryuko disse...

Olá, Pachu! Obrigada pelas tuas palavras. Um grande beijo para ti tb!Ainda tens uma pista de carros fantástica com que brincavas na cave com o teu pai?

Luis disse...

Sabes pá. aconteceu uma coisa chata à brava. CRESCI. Tou velho. Ainda bem que não aconteceu com toda a gente. Por exemplo contigo. A avaliar pelo espirito aventureiro...

Okawa Ryuko disse...

Como é,kota? És mto mais novo do que eu!Se tivesses só crescido, tudo bem. Mas velho, kota? Eu cresci por camadas, a criança ficou lá no fundo.Tu deitaste fora a tua? Ou apenas a esqueceste?

Luis disse...

Não é isso. O puto continua cá, claro. Mas sem pistas. Pelo menos de carros. Agora há sempre outras pistas.
E tu? Quando sai outro livro? se calhar sobre a experiência no Japão...

Okawa Ryuko disse...

Olá, Luís!Claro que a criança há-de estar algures.A descrição da minha primeira viagem ao Japão está no meu blog sobre esse país em www.japonmonamour.blogspot.com.
Vai dando uma olhada neste porque agora vem aí a melhor parte:as fantásticas paisagens de Angola.

Paulo Medo disse...

Caro:
Morei duas casas ao lado, fui amigo de infância do Pachu e do Nico. Eramos três irmãos. O meu pai foi o director do aeródromo de Sá da Bandeira. Lembro-me que o pai do Pachu corria em ralies e gostava de jogar dados. Tinham um BMW. Estudei até à 4ª classe na escola 98 e fui também aluno da professora. Gostava de trocar mais impressões com vocês. O Nico é ainda meu vizinho, em Paço de Arcos, eu estou em Oeiras.
Abraço e bem hajam

Okawa Ryuko disse...

Olá! Obrigada pelo comentário. Se me disseres o teu e-mail, posso tentar fazê-lo chegar ao Pachu.

Paulo disse...

Cara Okawa ryuko;
Acaso não serás uma vizinha do Pachu que morava na primeira porta da "vivenda" geminada com a dele??
Se o és então tens um irmão de quem eu foi amigo de infância.
Olha o meu e-mail é psmedo@ana.pt
Cumpts

Okawa Ryuko disse...

Não sou, não. Espero q tenhas recebido o meu mail.

Anónimo disse...

Estou com vontade de fazer uma visita à terra onde vivi 10 anos da minha infancia. Se houver um grupo que se organiza-se de antigos residentes era bom.

Okawa Ryuko disse...

Ia adorar, embora esteja bastante diferente. Está até já bastante diferente de quando regressei em 2006. Organizar essa viagem deve ser fácil. Comece uma página no Facebook e divulgue-a nas páginas de angolanos em Portugal. Também quero ir. Uma viagem só paara quem de lá saiu puto!